Revista Tobillo y Pie | Vol. 02 – No. 02

Artigos Científicos publicados na edição Volume 02, Número 02. Faça o download da edição completa em PDF.

 

Sutura percutánea del tendón de Aquiles mediante la técnica de las cinco incisiones. Seguimiento a medio plazo.

Guerra Vélez P1, García Fernández D1, Cano Egea JM1

1 Servicio de Cirugía Ortopédica y Traumatología l. Hospital Universitario 12 de octubre. Madrid. España.

RESUMO

Objetivos: As lesões que afetam o tendão de Aquiles experimentaram um grande aumento nas ultimas décadas. O objetivo de nosso estudo e avaliar os resultados da cirurgia percutânea de acordo com a técnica das 5 incisões na ruptura do tendão de Aquiles, realizadas nos últimos 10 anos no hospital 12 de Outubro. Material e Métodos: Estudo retrospectivo, com 34 casos, com um seguimento mínimo de um ano. A idade média foi de 45,8 anos. O ingresso hospitalar médio foi de 2,2 dias. Todos os lesionados foram imobilizados com férula suropodálica posterior durante duas semanas. 23 pacientes continuaram com uma órtese articulada tipo Walker, e 11 com gessos. Todos fizeram reabilitação. Resultados: Avaliação clínica segundo a escala funcional de Boyden e Kitaoka. 30 pacientes (88,2%) com satisfação pessoal excelente, dois pacientes com satisfação boa (5,9%) e dois (5,9%) com uma satisfação ruim. Nenhum paciente teve restrição na atividade diária nem no calçado. Todos finalizaram com uma mobilidade completa ativa do tornozelo afetado sem resistência. Complicações: Dois casos de disestesias em ferida cirúrgica, duas infecções que necessitaram cirurgia e uma rotura parcial. Conclusão: A cirurgia percutânea é uma boa alternativa terapêutica.

 

Tratamiento de Inestabilidad metatarsofalángica de segundo dedo en estádios incipientes. (Síndrome Preluxación)

Miguel Alcacer1, Mariano Gaytan1,

1 Creta. Rosario – Santa Fe, Argentina.

RESUMO

lntrodução: o objetivo deste trabalho foi demonstrar a importância da estadificação da instabilidade metatarsofalângica e desenvolver a técnica de reconstrução anatômica ligamentar modificada em estágios incipientes. (Pré-luxação). Materiais e Métodos: foram avaliados 8 pés, dos quais 4 foram in vivo e 4 cadavéricos frescos. 0s pés foram divididos em 2 grupos: A 4 (quatro) pés in vivo, constatando-se a instabilidade metatarsofalângica no plano horizontal (crossover) com placa plantar indene. B 4 (quatro) pés cadavéricos frescos, realizando neles a seção do ligamento lateraI e cápsula lateraI deixando a placa plantar saudável. Posteriormente foi realizado em todos os pés a reconstrução cápsulo-ligamentar lateral, mediante tendão interosseo com arpão intra-ósseo de 2 mm. Foi estadificada a instabilidade segundo a classificação de Yu e Judge. Resultados: conseguimos realizar a restauração anatômica ligamentar nas instabilidades no plano horizontal (crossover), constatando a correção dos ângulos de inclinação lateraI do segundo raio, com signo de Drawer test – (negativo), e ausência de dores nos pacientes operados, obtendo um correto alinhamento e estabilidade. Conclusões: O procedimento está indicado para instabilidades metatarsofalângicas sem ruptura da placa plantar, obtendo resultados preliminares alentadores, conseguindo restaurar anatomicamente a articulação prevenindo deformidades estruturais fixas. (Luxação).

 

Rupturas del Tendón Tibial Anterior. Enfoque Terapéutico.

Rodríguez Castells F. 1, Devoto M. 1, lglesias A. 1, Yearson D. 1

1Equipo de Pierna, Tobillo y pie de Buenos Aires lnstituto Universitario CEMlC – Buenos Aires – Argentina

RESUMO

lntrodução: As rupturas do tendão tibial anterior são raras. Historicamente na bibliografia mundial foram publicados aproximadamente 57 casos. O objetivo do trabalho é apresentar uma resenha anátomo-clínica e nossa experiência no tratamento de 12 casos de rupturas do tendão tibial anterior. Materiais e métodos: Entre janeiro de 1990 e dezembro de 2008, 12 pacientes foram diagnosticados e tratados por rupturas isoladas do tendão tibial anterior. Oito pacientes foram tratados de maneira funcional (não operados) e quatro foram operados. Os pacientes foram avaliados de maneira subjetiva para conhecer o grau de conformidade com o resultado obtido e de maneira objetiva através da escala AOFAS para tornozelo e retropé. Resultados: Todos os pacientes tratados manifestaram sua conformidade com o tratamento realizado e o resultado funcionaI obtido. O resultado médio da escala AOFAS dos 12 pacientes tratados foi de 88 pontos, com uma média de 89 pontos para os pacientes tratados de maneira funcional e 85 pontos para os operados. Os pacientes tratados funcionalmente não apresentaram complicações enquanto um paciente operado apresentou uma deformação em corda de arco. Conclusões: Em geral as rupturas do tendão tibial anterior passam despercebidas inicialmente.  O tratamento tem por finalidade restituir a função perdida e evitar sequelas a longo prazo. A pontuação media obtidos da escala AOFAS foi alta, o que significa que os 2 tipos de tratamentos em pacientes selecionados levam a bons resultados. Concordamos com vários autores em que o tratamento deve ser individualizado e adequado para cada paciente. Em pacientes ativos com altas demandas funcionais, o tratamento cirúrgico e à escolha, e em pacientes sedentários e com baixas demandas funcionais pode ser feito o tratamento funcional.

 

Vascularizacion del Ligamento Calcaneo- Escafoideo

Burgos, José1; Loncharich, Emiliano1; Macklin Vadell, Alberto1; Santini Araujo, Eduardo1 Zaindemberg, Ezequiel1; Peratta, Marcela1

RESUMO

O ligamento calcâneo-escafoide ou ligamento mola está formado por três faces: uma face súpero-medial, uma face inferior e o Iigamento médio plantar oblíquo. A face súpero-medial é a porção do ligamento calcâneo-escafoide que se observa com maior facilidade durante a cirurgia e também é a que com maior frequência fica lesionada. O ligamento calcâneo-escafoide, junto com outros ligamentos, de forma passiva tem como função a estabilização da articulação subastragalina e do arco longitudinal interno do pé. A lesão deste ligamento provoca uma verticalização do astrágalo que clinicamente se traduz em um aplanamento do arco longitudinal interno. O tratamento e a retenção ligamentar e a sua sutura. O objetivo deste estudo é determinar a presença e a qualidade da vascularização do ligamento calcâneo-escafoide para poder assim prognosticar a capacidade de reparação ante uma sutura direta por causa de sua lesão. Foram analisados treze ligamentos, em que se avaliou a vascularização macro e microscópica e foram realizados estudos histológicos dos mesmos. As evidências anatômicas macroscópicas e os estudos histológicos realizados indicam a falta de vascularização na área central da face supero-medial do ligamento calcâneo-escafoide

 

ACTUALIZACION. Hallux Valgus. Cirugía Percutanea.

Juan Manuel Yánez Aráuz1

1 Jefe de Sección de Pierna, Tobillo y Pie Servicio de Ortopedia y Traumatología. Hospital Universitario Austral. Buenos Aires, Argentina.

 

Técnica Quirúrgica. OsteotomÍa en Scarf del primer metatarsiano.

Fiks, Gregorio1

1 Jefe del Departamento de Cirugía de pierna y tobillo y pie del Grupo Centenario. Médico consultor de la clínica Suizo Argentina. Sanatorio Agote, Los Arcos. Buenos Aires, Argentina.

 

Guía para la confección de un trabajo científico

Lidia Gabriela Loterzo1

1 Médica especialista en Ortopedia y Traumatologia Docente Adscripta a la U.B.A Hospital Central de San lsidro. San lsidro, Argentina.

Revista Tobillo y Pie | Vol. 02 – No. 02